Testamos: esmalte preto gráfico fosco

Essa semana decidimos experimentar o visual do esmalte preto gráfico fosco e no post de hoje a gente conta o que achou e ainda dá algumas idéias para você abusar da criatividade e colecionar uma porção de combinações com um pretinho básico.

Antes de qualquer coisa, preciso fazer uma confissão: eu nunca fui adepta do esmalte preto na vida. Aliás, meu leque de combinações sempre foi praticamente bicolor: algumas poucas variações em tons de vinho/vermelho e outras vezes um nude básico ou no máximo pérola. E só. Foi com essa vida de experimentar coisas novas para o blog Manicury que eu comecei a – literalmente – ousar (até o dia em que saí da farmácia com seis vidrinhos de esmalte e nenhum deles era vermelho ou nude!).

Dito isso, agora a análise da semana vai ficar muito mais sincera e honesta, para você ver que não estou mentindo. Mas também vai saber que não é a opinião de uma especialista e sim de alguém que passou de não usuária à uma admiradora de esmaltes pretos.

Aliás, foi naquele dia insano da farmácia que eu comprei o preto gráfico fosco. E lá na caixinha de esmaltes ele ficou. Por uns seis meses talvez. Intocável, esperando pela minha coragem de experimentar chegar logo.

Até então, o máximo que eu tinha chegado perto de um esmalte preto foi uma francesinha nude com detalhe em preto (espia aqui), que para mim já era bastante ousada. Mas neste final de semana decidi afastar a covardia e testar o bravo guerreiro que já não aguentava mais ficar escondido no armário.

Aproveitei o sábado chuvoso, dei um trato nas unhas e fui para a etapa da esmaltação. A estrela da vez é o esmalte preto gráfico fosco da Colorama. Ele precisa de pelo menos duas camadinhas para dar uma boa cobertura, mas não dá trabalho para aplicar, não. E quando começou a secar – que foi rápido! – veio o segundo desafio depois de usar a cor preta: ser fosco! Eu não estou habituada com esmaltes foscos, então princípio eu estranhei um pouco. Então não tive dúvida! Peguei meu super spray secante com brilho e apliquei sem dó. Pensei “ah sim, com o brilho é bem melhor”. Mas claro que na medida que o líquido do spray seca, o fosco voltou. Eu olhava e não estava muito contente, mas como tinha um compromisso, não dava tempo de aplicar o extrabrilho na esmaltação, então fui assim mesmo.

E quer saber, foi bom! Aquele tempo a sós com o fosco nas mãos ajudou acostumar com o visual e até criar um certo carinho pelo estilo, rs. A durabilidade do esmalte é boa e a vantagem do fosco é que não parece envelhecer, por não ter o efeito do brilho perdido com o correr dos dias.

Outra vantagem fantástica do fosco: sabe quando dá aquela lascadinha ou estragadinha básica e você precisa consertar no meio da semana? Se for esmalte com brilho ou dependendo da cor, mesmo arrumando dá na cara que teve uma "gambiarra" ali. Com o preto fosco não!!! Arrumei e ficou parecendo nova, zeradinha! Coisa linda!

Combinou super bem com a blusa listada em preto e dourado que eu usei e como é um pretinho básico, claro, combina com tudo! A meta agora é experimentar outras combinações nos próximos usos.

Testado, aprovado e com direito à nova barreira de cores quebrada! Curti! ;)

 

Use e abuse da criatividade!

Você pode usar o preto fosco básico apenas e já vai dar um visu incrível para o dia a dia, mas listamos algumas idéias para você criar combinações lindas de morrer. Use e abuse da sua criatividade e depois marque o app Manicury na sua publicação que a gente compartilha nas redes sociais para as amigas ;)

  • Francesinha com esmalte fosco e detalhe aplicado em extrabrilho
  • Francesinha com esmalte fosco preto e detalhe aplicado em dourado ou prateado
  • Francesinha com base em preto fosco e detalhe aplicado em vinho fosco ou brilhante
  • Espanhola com base em preto fosco e acabamento em glitter dourado
  • Filha única com extra brilho
  • Filha única com trama dourada
  • Filha única com a art nail ou adesivo de sua preferência
  • Base em preto fosco com uma camadinha de glitter básico em todas as unhas